quarta-feira, 12 de maio de 2010

ALMINHAS DE PENACOVA




     As Alminhas são pequenos monumentos religiosos e são um dos vestígios mais importantes da arte popular portuguesa . Portugal (julga-se) é o único país do mundo que possui, no seu património cultural, estas mini-capelinhas. Poderemos encontrá-las quase sempre em caminhos rurais, embora também se possa encontrar Alminhas junto às estradas principais. As Alminhas também podem ser incrustadas em velhos muros ou na frontaria de casas e podem ser construídas nos mais diversos materiais.
 São padrões de culto aos mortos, hoje consideradas património artístico-religioso. São pequenos altares onde se pára um momento para deixar uma oração. É frequente encontrar velas e lamparina acesas, deixadas pelas pessoas que passam no local, oferendas de flores e, até mesmo uma caixinha para moedas que são depois utilizadas para rezar missas pelas almas do purgatório.
  Não se sabe ao certo a sua origem, mas sabe-se que a crença em deuses protectores dos caminhos e das encruzilhadas é muito antiga. Como sabemos, antigamente, as viagens eram muito perigosas e os viajantes procuravam a ajuda dos deuses para os livrar dos perigos que tinham que enfrentar, então estas capelinhas eram construídas.
  No concelho de Penacova é fácil encontrar estes motivos da religiosidade do nosso povo. Algumas encontram-se em locais de fácil acesso enquanto outras estão construídas em locais ermos, de pouca passagem, sujeitas ao instinto maldoso de pessoas ignorantes que as têm destruído. Outras foram restauradas de forma grosseira sem ter em conta a sua originalidade e idade.
  Tratando-se de um património de menor importância (nem mesmo a própria igreja lhe tem dado a devida importância) o valor atribuído é relativo, ficando ao cargo dos populares a importância e sua conservação.
  Estes pequenos monumentos populares de grande beleza, importância histórica e cultural mereciam um olhar mais atento. Poder-se-ia de fazer um levantamento de todas as Alminhas existentes no concelho a fim de serem catalogadas e referenciadas tendo em conta o local onde estão erguidas, mas isso será um a empresa que exige alguma colaboração do povo e das entidades que governam o nosso concelho, nomeadamente as Juntas de Freguesia. Haverá alguém interessado?

domingo, 25 de abril de 2010

ERMIDA MONTE ALTO



     Capela de Nossa Senhora do Monte Alto - É um Santuário de Montanha, a norte de Penacova. As suas origens podem remontar até à época pré-histórica. A construção actual é do séc. XVIII, mas tem elementos mais antigos.
Foi no passado um importante centro de romaria, a que concorriam todas as populações em redor. Dada a sua posição estratégica, foi um monte ocupado pelas forças Anglo-Lusas durante a Batalha do Buçaco.

sexta-feira, 26 de março de 2010

PENACOVA - QUATRO ESTAÇÕES DO ANO

PRIMAVERA
VERÃO
OUTONO
INVERNO

  As tílias nos quatro estágios , representativos das estações do ano. Aqui ,a través das suas folhagens , ou ausência delas , poderemos ver a Primavera ,Verão , Outono e o Inverno.
  Como é bonita a nossa terra !

terça-feira, 23 de março de 2010

OUTROS OLHARES DE PENACOVA


Pérgola de Penacova

Vista do rio Mondego

Outro olhar

Outro plano
Chafariz do Porco


  O tempo livre para dedicar ao blogue “ Central Penacova” tem sido escasso. Contudo, a fim de os fiéis visitantes não encontrarem só postagens mais antigas, publico uma série de fotos, outros olhares, da nossa bonita vila. Para melhor ver o conteúdo destas fotografias, deverão clicar sobre elas para, assim, as ver no tamanho original.
Boa semana.

quarta-feira, 17 de março de 2010

PENACOVA - VISTA DO PENEDO DA CARVOEIRA


(Clicar nas fotos)
  Satisfazendo um pedido de um amigo, aqui deixo algumas fotos de Penacova, vista a partir do penedo da Carvoeira.Não foi fácil conseguir estas fotos, o acesso ao penedo não existe a não ser palmilhar por meio de mato.Pelo o que se pode ver a partir daqui,este local era merecedor de uma atenção especial,pelo menos um acesso condigno.